Vinagrete

Salgado e o Alzheimer


O juiz Francisco Henriques, que preside ao coletivo de juízes que julga Ricardo Salgado, indeferiu o requerimento da defesa, que pretendia resolver o caso com um atestado médico a garantir que o acusado sofre de Alzheimer, pelo que não poderia continuar a ser julgado.

Desfez assim as contas de defesa. É verdade que, pelo menos aparentemente, quando um arguido que foi presidente de um Banco e continua a fazer uma bela vida, se refugia na doença para não responder em Tribunal, parece considerar não ter melhores hipóteses de defesa.

Ricardo Salgado responde neste julgamento por três crimes de abuso de confiança, devido a transferências de mais de 10 milhões de euros no âmbito da Operação Marquês, do qual este processo foi separado. E fez-se muito rico a si próprio. Ainda recentemente foi notícia um seu recibo verde enorme, quando era presidente do BES, e não o apresentara antes às Finanças.