Sociedade

Septuagenário e mulher de 39 anos constituídos arguidos por lenocínio

No decurso de uma busca a um estabelecimento de diversão noturna foram identificadas quatro mulheres, com idades compreendidas entre os 39 e os 50 anos, bem como 15 indivíduos, alegadamente clientes.


Um homem, de 72 anos, e uma mulher, de 39, foram constituídos arguidos por lenocínio, esta terça-feira, no concelho de Lousada.

Em comunicado, esta quarta-feira, a GNR explica que, no âmbito de uma investigação de lenocínio, que teve início em dezembro de 2020, os militares “deram cumprimento a dois mandados de busca, uma domiciliária e uma em estabelecimento”.

“No decurso da busca ao estabelecimento de diversão noturna foram identificadas quatro mulheres, com idades compreendidas entre os 39 e os 50 anos, bem como 15 indivíduos, alegadamente clientes, com idades compreendidas entre os 27 e os 70 anos”, informa a força de segurança.

No decorrer da ação foi apreendido diverso material, destacando-se 27.325 euros em numerário, 4.000 preservativos e dois telemóveis.

Os suspeitos, ambos com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza e, foram constituídos arguidos, e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Lousada.