Desporto

Futebolista australiano revela que é gay e que sempre escondeu isso por "vergonha"

Josh Cavallo pretende inspirar outras pessoas a serem elas próprias.


O futebolisto australiano Joshua Cavallo, jogador no Adelaide United, revelou esta quarta-feira na sua página do Instagram que é homossexual, assumindo que sempre tentou esconder por ter tido "vergonha" que não pudesse fazer aquilo que gostava "por ser gay".

"Tem sido uma jornada para conseguir chegar a este ponto na minha vida, mas não poderia estar mais feliz com a minha decisão de me assumir. Há seis anos que estou a lutar contra a minha sexualidade e é um alívio finalmente poder descansar disso", referiu o jogador.

Cavallo revela que sempre sentiu a necessidade de esconder quem verdadeiramente era para poder seguir o seu sonho de criança, ser jogador de futebol: "Tudo que eu quero fazer é jogar futebol e ser tratado com igualdade", disse.

O jogador disse ainda que estava farto de "viver uma vida dupla" e que é algo que não deseja a ninguém. 

"Pensei que as pessoas me iam começar a tratar de maneira diferente quando descobrissem que eu era gay, que iam gozar comigo ou falar de mal de mim, mas não foi esse o caso", desabafou Cavallo, acrescentando que assumir-se perante aqueles que gostam dele, "perante os colegas, os amigos, os treinadores foi incrível. A resposta e o apoio que recebi foi imenso e está-me a começar fazer questionar o porquê de eu ter escondido isto durante tanto tempo".

O atleta afirma que quer inspirar outras pessoas e mostrar que está tudo bem em ser jogador de futebol e ser homossexual. "Quero inspirar todas as pessoas que estão com dificuldades, que têm medo de ser elas próprias: não ajas como alguém que não és, sê tu próprio, tu foste feito para ser tu próprio, não outra pessoa".

O jogador conclui, dizendo que está entusiamado por mostrar a toda a gente quem é o verdadeiro Josh Cavallo: "Eu sou o Josh Cavallo, sou futebolista e tenho orgulho em ser gay".

Numa publicação anterior o jogador disse que sabe que há outros jogadores a viver em silêncio e que impressionante "saber que não há atualmente nenhum jogador no ativo, quer na Austrália ou no resto do mundo, que se tenham assumido como gays".