Sociedade

Torres Vedras ganha prémio de integração de comunidades cigana do Conselho da Europa

O prémio Dosta! é atribuído pelo Conselho da Europa desde 2007. Portugal nunca tinha tido um município distinguido.


A Câmara Municipal de Torres Vedras é um dos municípios distinguidos este ano pelo prémio Dosta!, atribuído pelo Congresso de Autoridades Locais e Regionais do Conselho da Europa. O anúncio acaba de ser feito pelo organismo. Além de Torres Vedras, são distinguidos os municípios de Argostoli, na Grécia, e Salford, no Reino Unido. 

O prémio está aberto a municípios com iniciativas de integração de comunidades ciganas e itinerantes. Torres Vedras conquista nesta edição o primeiro lugar do galardão, por um "plano único para reforço da coesão entre a comunidade local e a comunidade cigana". 

O prémio Dosta! é atribuído pelo Conselho da Europa desde 2007. Portugal nunca tinha tido um município distinguido.

Torres Vedras foi o primeiro município em Portugal a ter um Plano Local de Inclusão da Comunidade Cigana (PLICC), que nos últimos anos levou a iniciativas culturais e à criação de um grupo de ação local com cidadãos da comunidade cigana.

Em 2019, uma comitiva do Conselho da Europa esteve em Torres Vedras para conhecer o projeto. Nos últimos meses, a câmara divulgou ainda a criação de uma associação Intercultural e para a Inclusão das comunidades ciganas Sendas e Pontes, considerando ser referência nacional no campo da integração, um caminho agora reconhecido a nível europeu.