Politica

Marcelo reúne com Ferro e Costa esta noite e recebe partidos no sábado

Jantar estava agendado desde dia 23 deste mês. Ferro despedir-se-á do parlamento. 


Após o chumbo do Orçamento de Estado, as três maiores figuras de Estado juntaram-se hoje em Belém para jantar. O jantar, marcado para as 20h30, já estava combinado desde um almoço no dia 23 deste mês. Segundo o Expresso, Ferro Rodrigues já terá comunicado a António Costa que não tem intenções de integrar a lista de deputados para as próximas eleições, razão pela qual este jantar poder-se-á assemelhar a uma ‘despedida’. Em debate estará, naturalmente, o futuro do país. Apesar de Costa mostrar-se disponível para governar em duodécimos, o Presidente da República parece perentório na sua decisão de dissolver a Assembleia da República e convocar eleições antecipadas. Apesar de alguns líderes parlamentares defenderem que deveria ser tentada uma nova investida no orçamento, as três figuras de Estado rejeitam a possibilidade.

Numa nota publicada no site da Presidência da República, o chefe de Estado informou que irá receber os partidos no próximo sábado, além de convocar uma reunião especial do Conselho de Estado para dia 3 de novembro.

“O Presidente da República, que esta noite reúne com o Presidente da Assembleia da República e com o Primeiro-Ministro, vai receber no próximo sábado, 30 de outubro, nos termos constitucionais, os Partidos Políticos com representação parlamentar, bem como vai convocar uma reunião especial do Conselho de Estado para o dia 3 de novembro, também nos termos constitucionais”, lê-se na nota.

“Como já tinha sido anunciado, o Presidente da República receberá os Parceiros Sociais na sexta-feira, dia 29 de outubro”, acrescenta.

A proposta do Governo para o Orçamento do Estado para 2022 foi, esta quarta-feira, chumbada na votação na generalidade. O documento recebeu votos contra do PSD, Bloco de Esquerda, PCP, CDS-PP, Chega, IL e Os Verdes. O PS votou a favor, enquanto as deputadas não inscritas Joacine Katar Moreira e Cristina Rodrigues e o PAN se abstiveram.