Opiniao

Substituição: gelados por castanhas

Mas será o próprio tempo o melhor lembrete nesta transição para o não assim tão desejado horário de inverno, estando mesmo previsto que irá lançar vários alertas sob a forma de chuva e rajadas de vento. 


á se preparam os mais descontraídos para andarem a dois tempos nos próximos dias, alternando o horário dos relógios inteligentes dos restantes que ainda façam figura lá por casa – em última análise a servir de decoração na cozinha, conservando o lugar cativo numa das paredes e ainda o título de acessório indispensável, apesar dos avanços descarados que o micro-ondas e o forno têm feito nesse sentido.

Mas será o próprio tempo o melhor lembrete nesta transição para o não assim tão desejado horário de inverno, estando mesmo previsto que irá lançar vários alertas sob a forma de chuva e rajadas de vento. 

Depois de o outono ter entrado com saídas de praia, o frio das primeiras horas da manhã e do entardecer sentem-se como conselhos maternais: ‘Não te esqueças de levar um agasalho, que agora está calor, mas depois arrefece’. E tentamos sempre arrastar mais um dia, que até ontem a montra das redes sociais ainda se fazia de biquínis e calções de banho, e qualquer imagem a destacar fosse uma camisola de gola alta ou um casaco de rua vinha acompanhada com o cabide, leia-se hashtag, #pub. 

Os carrinhos dos vendedores de castanha que já ocupam várias ruas da capital vão finalmente agradecer a mudança, que o fumo que se vê podia ser apenas em sentido metafórico, tal é o desespero com os mais de 25ºC que ainda se fizeram sentir nos primeiros dias da segunda quinzena de outubro.

«As pessoas passam, mas ainda não está famoso para o negócio, o calor não tem ajudado. Parece que lhes falta o gorro e as luvas para fazer sentido», atira uma senhora por trás do carrinho que leva escrito «CASTANHAS ASSADAS», com as letras todas em maiúsculas, não vão os mais distraídos passar despercebidos ao sinal de fumo e ao cheiro.

«É mais uns dias para trocarem o copo do gelado pelo cone de castanhas», atira. E não estava enganada, já faz fila.