Cultura

"Vax" é a Palavra do Ano para o Oxford English Dictionary

A escolha da prestigiada instituição britânica reflecte o crescimento exponencial do uso de palavras relacionadas com vacinas que aumentou substancialmente em 2021 devido à Covid-19.

 


"'Vax' foi o termo escolhido pelo Oxford English Dictionary (OED) para ocupar o lugar de palavra do ano”, revelou a instituição britânica, esta segunda-feira, “reflexo do seu uso massificado e globalizado durante estes tempos de pandemia, e não apenas no mundo de expressão anglófona”.

“Vax”, que também pode ser grafada com dois ‘x’, e pode ser definida como “um coloquialismo que significa vacina ou vacinação como substantivo, e vacinar como verbo”, “vax” foi, para Fiona McPherson, editora sénior do OED, a escolha “óbvia”, já que esta foi a palavra “com mais impacto” em 2021, declarou à BBC: “Remonta aos anos 1980, pelo menos, mas, segundo o nosso corpus, raramente foi usada até este ano”, acrescentou. 

Conforme indica o relatório do OED, em setembro, “vax” era 72 vezes mais frequente no vocabulário do dia a dia do que no período homólogo do ano passado. 

“É uma palavra curta, contundente e que chama a atenção”, explicou esta lexicógrafa da instituição académica britânica ao New York Times, sublinhando ainda que esta “é usada em todo o tipo de combinações que permitem formar novas palavras”, como é o caso de “double-vaxxed” (dupla vacinação), “unvaxxed” (não vacinado) ou “anti-vaxxer” (antivacina).

"Todas essas outras palavras associadas a Vacina aumentaram, mas nada como Vax”, comentou Fiona McPherson ao diário nova-iorquino. “Falando como lexicógrafa, também vejo isso como bastante produtivo”, acrescentou a editora, referindo-se às várias combinações que permitiram “formar novas palavras”.

Ainda que seja mais usada na América do Norte, Austrália e Sudeste Asiático, a palavra está a ganhar tração no Reino Unido e noutras variantes do inglês.

Com esta decisão, a instituição britânica retoma a escolha de uma só Palavra do Ano, o que não tinha acontecido em 2020, quando esta deu lugar à selecção de várias palavras-chave e expressões que reflectiram um ano completamente diferente, tais como “covid-19”, “lockdown” (confinamento), “working from home” (teletrabalho), mas também Black Lives Matter ou “bushfires" (incêndios florestais).