Sociedade

Cinco detidos e 430 mil doses de cocaína apreendidas no Aeroporto Sá Carneiro

Dois dos detidos trabalhavam num empresa que opera no aeroporto.


A Polícia Judiciária (PJ) apreendeu no domingo cocaína suficiente para 430 mil doses individuais e deteve cinco pessoas, durante uma operação centrada no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, de combate ao tráfico de droga do Brasil para Portugal, adiantou esta terça-feira a fonte policial.

Em comunicado, a Diretoria do Norte da PJ revela que ação decorreu na sequência de um controlo à carga de um avião proveniente de São Paulo "enquadrando-se nas diligências de investigação à atuação de um grupo criminoso, em curso há cerca de seis meses".

Foram apreendidos um total de 43 quilos de cocaína, com elevado grau de pureza, o suficiente para a produção de mais 430 mil doses, podendo a quantidade ser ampliada com a adição de "produtos de corte", refere a autoridade.

Os detidos são quatro homens, com idades compreendidas entre os 34 e os 44 anos, e uma mulher, de 31 anos, todos portugueses e residentes na área do Grande Porto.

Três dos detidos ficaram em prisão preventiva e os outros dois obrigados a apresentarem-se periodicamente às autoridade.

É ainda de realçar que dois dos arguidos são trabalhadores de empresas que operam no referido aeroporto. No âmbito do esquema de tráfico, "tinham como função a extração da carga ilícita, procedendo à recolha dos volumes com o estupefaciente", tendo por base instruções recebidas de uma rede criminosa sul-americana.

Além da droga, foram ainda apreendidos quatro automóveis de gama alta e uma arma de fogo que se encontrava municiada, numa operação em que a PJ contou com a colaboração dos Serviços Alfandegários da Autoridade Tributária e Aduaneira do Aeroporto Francisco Sá Carneiro e da Divisão de Segurança Aeroportuária da PSP.

Os comentários estão desactivados.