Vida

Jennifer Garner confessa preocupação com quantidade de álcool que passou a consumir na pandemia

Atriz mudou hábitos devido a preocupação. 


Jennifer Garner confessou que se sentiu preocupada com a quantidade de álcool que estava a consumir durante a pandemia. A atriz, de 49 anos, recordou que bebia praticamente todos os dias e que isso a levou a repensar os seus hábitos.

As declarações de Garner foram feitas durante um direto no Instagram, no qual conversou a também atriz Judy Greer.

A artista disse que bebia "um pouco quase todas as noites" e, embora não gostasse muito de consumir álcool quando era mais nova, esse hábito alterou-se com o nascimento dos filhos, fruto do seu casamento com Ben Affleck. Segundo Garner, o vinho era como uma “recompensa” pelos dias a cuidar de Violet, de 15 anos, Seraphina, de 12, e Samuel, de nove.

“Era apenas aquele golinho que dava, e parecia que tinha trabalhado por aquilo e merecia”, contou. Contudo, a atriz começou a sentir que durante a pandemia começou a consumir uma maior quantidade de vinho.  “Comecei a pensar: estou a beber um pouco todas as noites, especialmente durante a pandemia. Se tomar meio copo todas as noites, e se o meu meio copo for, na verdade, um copo, então são sete por semana", calculou. "E digamos que tomo dois copos nos fins de semana; então, de repente, estou perto de 10 copos de vinho semanais”, refletiu.

Garner confessa que não conseguia descobrir “a quantidade certa” para consumir álcool em segurança e, por isso, decidiu ficar “sóbria” e deixar a bebida de lado durante 10 semanas, tendo abrindo apenas uma exceção para uma viagem a Nova Iorque. "É um dos meus lugares favoritos para me divertir longe das criança", confessou.

“Eu sinto que agora, tudo na minha vida é muito melhor quando não estou a beber”, disse ainda.