Vida

Travis Scott processado por espetador do concerto onde morreram oito pessoas

Espectador considera que o rapper e o resto da organização são os responsáveis pela tragédia.


O rapper Travis Scott, organizador do festival Astroworld, onde, na última sexta-feira, morreram oito pessoas, foi processado por um dos espectadores que assistia ao espetáculo. Manuel Souza considerou o cantor responsável por uma "tragédia previsível e evitável".

A notícia foi dada pela Billboard, que avança que o espectador, além do rapper, também processou a organizadora ScoreMore e a Live Nation.

No processo entregue pode ler-se que a tragédia foi o resultado direto da "busca pelo lucro em detrimento da segurança dos espectadores" e do "encorajamento à violência".

O advogado de Manuel Souza refere que a organização "falhou" em planear e conduzir o concerto de maneira segura, sendo que, em vez disso, "ignoraram o risco extremo de perigo para os espectadores e, em alguns casos, ainda foram os próprios a encorajar comportamentos perigosos".

Pelo menos oito pessoas morreram e dezenas ficaram feridas depois de terem sido esmagadas no concerto de Travis Scott, em Houston, Texas, na passada sexta-feira. 

Tanto o rapper como a namorada, Kylie Jenner, vieram prestar declarações nas redes sociais manifestando estar destroçados.