Vida

Emily Ratajkowski revela que recebeu milhares de dólares para acompanhar magnata malaio procurado pelas autoridades

Modelo e atriz esteve ao lado do empresário num evento.


A modelo e atriz Emily Ratajkowski revelou que recebeu 25 mil dólares, mais de 21.500 euros, para acompanhar num evento o magnata malaio Low Taek Jho, que é procurado pelas autoridades internacionais por crimes financeiros.

A revelação foi feita pela também empresária norte-americana numa entrevista ao Sunday Times. Sem revelar muitos detalhes sobre o sucedido, Ratajkowski acabou por falar sobre algumas festas nas quais participava, e onde vários homens ricos e poderosos se faziam acompanhar por mulheres mais jovens, que estavam a ser pagas. A modelo recebeu o dinheiro para marcar presença ao lado de Low Taek Jho no Super Bowl.

“Em muitas das minhas experiências (…) as transações não estavam definidas. Os termos do acordo não estavam explícitos. Descobri depois que convidavam raparigas que não podiam pagar por comida ou refeições em restaurantes chiques de Los Angeles. E essa era a motivação para elas irem. Era manipulação”, disse.

“Testemunhei muito isso de diferentes formas. Antes da [pandemia de] covid-19, fui a algumas festas e estavam muito vazias. De repente entravam 10 modelos com um único homem, se não eram todas menores de idade, tinham acabado de completar 18 anos. Eu pensava, ‘bem, ainda continua a acontecer. Raparigas lindas em festas e a ser pagas por homens ricos para tê-las ao seu lado’”, indicou.

Na mesma entrevista, a atriz acabou por falar na sua autobiografia, My Body, recentemente lançada.

Sublinhe-se que os escândalos financeiros em que o malaio está envolvido estão também ligados à produção do filme ‘O Lobo de Wall Street’, realizado por Martin Scorsese e protagonizado por Leonardo DiCaprio, no qual investiu.