Sociedade

Governo acompanha caso de português desaparecido na República Checa e mantém contacto com a família

Jovem estudante não é visto desde a madrugada de sábado.


O Ministério dos Negócios Estrangeiros garantiu, esta segunda-feira, que está a acompanhar o caso de um estudante português que está desaparecido na República Checa.

Segundo fonte da tutela liderada por Augusto Santos Silva, citada pela agência Lusa, o Ministério “tem conhecimento dos factos relacionados com o desaparecimento de um cidadão português estudante na República Checa”.

“Através da Embaixada em Praga e do Gabinete de Emergência Consular, estamos em contacto com a respetiva família”, disse.

“Acompanhamos também todas as diligências que as autoridades policiais checas estão a realizar para identificar o paradeiro desse cidadão”; acrescentou a mesma fonte,

Recorde-se que o estudante, do curso de Medicina, identificado como Tomás Alcaravela, de 20 anos, não será visto, segundo colegas e amigos, desde as 05h00 da madrugada de sábado. Tomás foi visto pela última vez a sair da discoteca NoLimit para um apartamento na mesma rua. De manhã já não se encontrava no local e nunca mais foi visto.

No domingo, os amigos contactaram as autoridades de Plzen e comunicaram também o desaparecimento a associações de estudantes e à Embaixada de Portugal em Praga.

Os comentários estão desactivados.