Sociedade

Número de novos casos volta a estar acima de 1.500 mais de dois meses depois. Rt e incidência sobem e levam o país para o vermelho na matriz de risco

O país superou esta quarta-feira a marca dos 1,1 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia - um dia marcado pelo aumento do número diário de novos casos, que é um dos mais elevados dos últimos meses. A incidência e o Rt subiram e o país está de regresso à zona vermelha da matriz de risco. 


Nas últimas 24 horas, foram diagnosticados 1.654 novos casos de covid-19 em Portugal e registadas cinco mortes associadas à doença. De acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta quarta-feira, o país soma agora um total acumulado de 1.100.961 infetados desde o início da pandemia, dos quais 18.222 não resistiram. Sublinhe-se que o número diário de novos casos é um dos mais elevados dos últimos meses - desde 8 de setembro, quando foram reportados 1.778 casos, que não se registavam tantas novas infeções num só dia.

Diferentemente dos últimos dias, esta quarta-feira foi na região Centro que foram diagnosticados mais novos casos: 460. Segue-se imediatamente Lisboa e Vale do Tejo, com 459 novos casos, o Norte, com 372, o Algarve, com 168, e o Alentejo, com 106. No arquipélago da Madeira há 51 novas infeções e no dos Açores 38.

Dos cinco óbitos registados, três ocorreram no Norte, um no Centro e um em Lisboa e Vale do Tejo.

O número de internados devido à covid-19 aumentou pelo quarto dia consecutivo – há agora 380 pessoas infetadas nos hospitais portugueses, mais 19 do que ontem. Destas, 62, mais duas do que no último balanço, estão em Unidades de Cuidados Intensivos.

Por outro lado, mais 864 pessoas venceram a doença, elevando o total de recuperados desde o início da pandemia para 1.048.211.

Há agora 34.528 casos ativos no país, mais 785 do que ontem, e as autoridades de saúde têm 25.951 contactos em vigilância.

Os valores da incidência e do rácio de transmissibilidade (RT) foram atualizados hoje e confirmam a tendência crescente da pandemia no país: Portugal está agora na zona vermelha da matriz de risco.  

A incidência nacional aumentou de 116,9 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias – valor reportado na segunda-feira - para 125,4 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. Quando considerado apenas o território continental, a incidência é de 124,8 e era de 116,4.

O mesmo acontece com o Rt, que subiu tanto a nível nacional como continental. Na última atualização, em ambos os casos, o Rt era de 1,08. Hoje é de 1,12, também a nível nacional e continental.

Consulte aqui o boletim da DGS na íntegra.

Os comentários estão desactivados.