Economia

TAP com receitas "acima do que estava previsto no plano de reestruturação"

Apesar da boa notícia, o processo de negociação com a União Europeia que se arrasta há quase um ano é "complexo e demorado", disse o ministro das Infraestruturas e Habitação.


O ministro das Infraestruturas e Habitação revelou esta sexta-feira que a TAP está com receitas "acima do que estava previsto no plano de reestruturação" da companhia aérea.Pedro Nuno Santos assegurou também que a recuperação da empresa está "em curso e a correr bem".

Apesar da boa notícia reconheceu ainda que o processo de negociação com a União Europeia que se arrasta há quase um ano é "complexo e demorado".

O governante lembrou que a TAP não foi somente atingida pelos efeitos da pandemia, mas que já apresentava dificuldades financeiras, obrigando "a um processo de reestruturação mais exigente e complexo do que os processos pelos quais passaram outras companhias aéreas”.

De acordo com o ministro, um dos temas centrais das negociações é a cedência adicional de slots no aeroporto de Lisboa, face ao que foi inicialmente proposto.

"Estamos a negociar a dimensão dos slots a devolver. É suposto num processo destes haver a devolução de slots, foi assim com a Lufthansa, a Air France e será assim com a TAP", admitiu.