Cultura

Dakota Johnson fala dos abusos que a avó sofreu por parte de Hitchcock

Atriz afirma que a avó lhe disse que não tinha de "aturar estas m*rdas de ninguém".


A estrela de "50 Sombras de Grey" declarou ao The Hollywood Reporter que avó, a atriz Tippi Hedren, viu a sua carreira arruinada por Alfred Hitchcock depois de se ter recusado a ter relações sexuais com o diretor cinematográfico. Além disso, a atriz afirma que a avó sempre a avisou, tanto a ela como à mãe, a também atriz Melanie Griffith, relativamente aos predadores sexuais do meio.

"Tu não tens de aturar estas m*rdas de ninguém", terá dito Tippi às descendentes.

"Ela encorajou-me [a trabalhar como atriz] e sempre foi muito honesta relativamente a defender-se a si mesma, foi isso que ela fez", explicou Dakota Johnson.

A atriz disse na mesma entrevista que Hitchcock "arruinou" a carreira da sua avó "porque ela não queria dormir com ele e era assustador. Ela nunca se responsabilizou por aquilo que fez".

A própria Tippi já tinha falado sobre este assédio no seu livro de memórias, publicado em 2016. Na publicação a protagonista do filme "Os pássaros", de 1963, garantiu que, durante os seis meses de rodagem do filme, foi alvo de assédio por parte do diretor, que a intimidava e era cruel para ela. 

"É díficil falar sobre isto porque ela é a minha avó", explicou Dakota. "Ninguém quer imaginar que alguém se está a aproveitar da sua avó".

A atriz disse ainda que, independentemente da indústria em que se encontram, "é completamente inaceitável que alguém com poder o use contra alguém que está numa posição mais frágil".