Economia

Abastecimento. Criado grupo de trabalho para acompanhar cadeia alimentar

Despacho foi publicado em Diário da República esta terça-feira.


O Governo decidiu criar um grupo de trabalho que tem como principal objetivo fazer o acompanhamento e avaliação das condições de abastecimento de bens nos setores agroalimentar e do retalho. O primeiro relatório de avaliação será apresentado até ao fim de novembro, lê-se num despacho publicado esta terça-feira.

O despacho refere que “têm sido verificadas perturbações nas cadeias de abastecimento, as quais podem gerar impactos adversos na importação e distribuição de certos produtos e matérias-primas, à escala global, não se afigurando como um assunto exclusivo do nosso país”. O grupo vai ainda avaliar e acompanhar os níveis de reserva e armazenamento daqueles bens, acompanhar a execução dos contratos de fornecimento, nacionais e internacionais, daqueles bens, e “delinear, a título antecipatório, eventuais oportunidades de intervenção destinadas a manter ou restabelecer as normais condições de abastecimento”.

Fazem parte desta comissão 15 membros, incluindo representantes da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), Associação dos Distribuidores de Produtos Alimentares (ADIPA), Associação Nacional de Armazenistas, Comerciantes e Importadores de Cereais e Oleaginosas (ACICO), Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas (ANTP), Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM), Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) ou Federação das Indústrias Portuguesas Agroalimentares (FIPA).