Sociedade

Madeira volta a ser considerada destino de risco elevado para covid-19

A classificação do arquipélago tem vindo a piorar no último mês: em outubro estava na categoria verde, passou há duas semanas para a laranja e está agora na vermelha.


A Madeira voltou, esta quinta-feira, a ser considerada de risco elevado para covid-19 pela União Europeia (UE). O arquipélago consta na zona vermelha do mapa do Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), que influencia decisões sobre as restrições a aplicar às viagens no espaço comunitário.

A classificação do arquipélago tem vindo a piorar no último mês: em outubro estava na categoria verde, passou há duas semanas para a laranja e está agora na vermelha.

Desde o início da pandemia, já foram contabilizadas no arquipélago 13.555 infeções, 66 das quais nas últimas 24 horas. Morreram ainda 79 pessoas.

Nas regiões europeias incluídas na categoria a vermelho no mapa do ECDC, atualizados todas as quintas-feiras, a taxa de incidência de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias varia de 75 a 200 por 100 mil habitantes ou é superior a 200 e inferior a 500 por 100 mil habitantes e a taxa de positividade dos testes de é de 4% ou mais.

Já Portugal continental e o arquipélago dos Açores mantêm-se na categoria a laranja, que significa risco moderado.