Politica

Ferro Rodrigues diz adeus à Assembleia da República

Atual presidente, no cargo desde 2015, não se vai recandidatar


O atual presidente da Assembleia da República (AR) confirmou na Conferência de Líderes desta quarta-feira que irá abandonar o cargo, que ocupa desde 2015, no final da legislatura, não se recandidatando nas próximas eleições legislativas, marcadas para dia 30 de janeiro.

A decisão consta da súmula da reunião, onde é indicado que Eduardo Ferro Rodrigues refere que, "efetivamente, alguns deputados já lhe tinham manifestado pretender fazer breves despedidas".

Nessa altura, o presidente da AR esclareceu que "o mesmo sucedia consigo, visto que já não seria candidato nas próximas eleições".

"Informou que, em princípio, no dia 26 de novembro, antes das votações, se poderia destinar algum tempo para essas intervenções dos deputados com mais tempo de funções na Assembleia da República", acrescenta-se na súmula.

A possibilidade de Ferro Rodrigues não apresentar uma recandidatura era já uma hipótese dada como provável pela maioria dos dirigentes do PS.