Economia

CTT em greve mas a funcionar normalmente, diz empresa

Apesar de o Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações alegarem que a greve tem uma adesão a rondar os 60%, os CTT desmentem e garantem que a greve não teve impacto no funcionamento dos serviços.


Os trabalhadores dos CTT estão em greve esta sexta-feira, para reivindicar melhores salários e condições de trabalho. O sindicato deu conta de constrangimentos nos serviços, embora a empresa assegure que estão a funcionar normalmente.

Em declarações à Lusa, o secretário-geral do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT), Vitor Narciso, apontou que durante a noite a adesão média à greve foi de 60%, tendo chegado aos 68% durante a manhã, tendo provocado  "o encerramento de alguns centros de distribuição", com algumas lojas a funcionar só com as chefias.

Já os CTT – Correios de Portugal garantem que a greve “não teve impacto na atividade da empresa, tendo registado baixos níveis de adesão, na ordem dos 12%”.

"Dada esta baixa adesão, já esperada, os CTT congratulam-se por todas as suas Lojas CTT estarem abertas e, também, nas suas áreas operacionais não se verificarem quaisquer constrangimentos, garantindo desta forma, a regular e normal atividade sem perturbação para os nossos clientes”, afirmou a empresa, em comunicado.