Sociedade

Há quatro meses que Portugal não registava um número de casos diários tão elevado

Este é o maior número de casos diários registado num período de quatro meses, sendo necessário recuar até ao dia 23 de julho para encontrar um valor mais elevado do que este - 3.794. Desde sábado que Portugal tem reportado dezenas mortes por covid-19. Há mais de 100 camas ocupadas nas UCI. 


Portugal registou, nas últimas 24 horas, 3.773 casos do novo coronavírus e 17 óbitos, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta quarta-feira. Já foram, desde o início da pandemia, confirmadas 1.130.091 infeções por covid-19. 

Este é o maior número de casos diários registado num período de quatro meses, sendo necessário recuar até ao dia 23 de julho para encontrar um valor mais elevado do que este: 3.794. Também desde sábado que Portugal tem reportado dezenas mortes por covid-19. 

Ambas as regiões de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) e do Norte diagnosticaram um número de casos superior a mil: 1.126 infeções em LVT e 1.090 no Norte. Segue-se o Centro com 912, o Algarve com 284 e o Alentejo com 186. No que toca às ilhas, o Arquipélago dos Açores registou 105 e a Madeira 70.

Das 17 vítimas mortais, sete registaram-se na região do Centro, seis em LVT e duas no Norte e Madeira, respetivamente. 

O número de internamentos continua a crescer progressivamente. Há agora 105 camas ocupadas nas Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) com infetados com covid-19, mais 12 do que na terça-feira. No total, estão nos hospitais portugueses 681 pessoas internadas, mais 32 face ao último boletim. 

Os valores da incidência e do rácio de transmissibilidade (RT) foram atualizados hoje. Portugal continua a avançar dia a para a zona vermelha da matriz de risco. Segundo o boletim da DGS, a incidência nacional é de 251,1 por 100 mil habitantes, quando analisado apenas o continente é de 251,3. De notar que os valores de segunda-feira eram de 228,9 e 228,8, respetivamente. Já o RT é de 1,20 tanto a nível nacional como continental. 

Portugal tem 48.032 dos quais permanecem ativos – mais 2.262 do que terça-feira – e 18.370 não resistiram. Nas últimas 24 horas, 1.494 pessoas recuperaram da doença, elevando o total para 1.063.689. Atualmente, as autoridades de saúde têm 49.654 contactos em vigilância, mais 2.296. 

Consulte aqui o boletim da DGS