Sociedade

Agente da PSP lança-se ao socorro "numa prancha de Stand Up Paddle" | Vídeo

Caso aconteceu na passada segunda-feira, na ilha da Madeira.


Um agente da Polícia de Segurança Pública (PSP) conseguiu, na tarde da passada segunda-feira, dia 22, evitar a morte por afogamento de uma das duas vítimas que se encontravam no mar na Ponta do Sol, ilha da Madeira.

De acordo com uma nota publicada nas redes sociais da força de segurança, o agente, "ao saber que um cidadão havia sido arrastado do cais por uma onda e se encontrava em grande dificuldade", encontrando-se já a mais de 100 metros da costa, "lançou-se em seu socorro numa prancha de Stand Up Paddle".

A mesma publicação explica que, apesar das condições adversas, como a "ondulação intensa, correntes e vento fortes", o agente "conseguiu chegar até à vítima, colocá-la na prancha e garantir a sua evacuação até terra", é acrescentado. 

Já uma outra pessoa, que "havia tentado igualmente prestar socorro" com recurso a uma embarcação turística 'Gaivota', foi "arrastado pela corrente até 800 metros da costa e perdeu o controlo da embarcação, que afundou". Foi socorrido pelos Bombeiros Voluntários (Ribeira Brava e Ponta do Sol) e autoridades marítimas, contactados por outros Polícias que chegaram ao cais.

A PSP saúda então a "coragem e atitude do Sr. Agente Principal Gilberto Lopes", da Esquadra da Ponta do Sol.