Vida

Jared Leto revela que foi despedido de cinema por vender canábis: "Era um empresário"

Ator usava local de trabalho para vender canábis.


Jared Leto revelou que foi despedido, quando era adolescente, de um emprego num cinema, depois de ser apanhado a vender canábis no local.

“Eu trabalhava num cinema quando era criança e fui demitido por vender canábis pela porta dos fundos”, disse o ator, de 49 anos, numa entrevista a Ellen DeGeneres, esta terça-feira.

“Eu era um empresário”, brincou o também músico, referindo que pipocas e canábis “combinam bem”.

Sublinhe-se que, embora o consumo de canábis seja legal em várias cidades dos Estados Unidos, o mesmo não acontecia há cerca de quarenta anos, quando aconteceu o sucedido.