Internacional

Itália e Alemanha anunciam proibição da entrada de viajantes da África Austral

Nova variante começa a preocupar países.


Tanto a Itália como a Alemanha vão proibir a entrada de viajantes da África Austral nos seus territórios devido à nova variante da covid-19 detetada na África do Sul.

"Esta regra, que vai valer a partir da noite de sexta-feira, vai afetar a África do Sul e provavelmente países vizinhos", disse o ministro da Saúde alemão cessante, Jens Spahn, depois de anunciar a proibição, esta sexta-feira, explicando ainda que os cidadãos alemães poderão voltar a entrar no país, mas após uma quarentena de 14 dias, independentemente de estarem ou não vacinados.

Já o ministro italiano da Saúde, Roberto Speranza,, explicou que o país vai proibir a entrada de viajantes que tenham estado “durante os últimos 14 dias” na África Autral.

"Os países afetados por esta medida são a África do Sul, Lesoto, Botswana, Zimbabué, Moçambique, Namíbia e Suazilândia", explicou.

Sublinhe-se que já ontem, o Reino Unido tinha anunciado que seis países africanos iriam para a ‘lista vermelha’ da covid-19 do país, suspendendo os voos, devido à nova variante detetada na África do Sul – a B.1.1.529.

Também a  presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou que vai propor a suspensão de voos da África Austral com destino à União Europeia devido ao aparecimento desta nova variante.

Os comentários estão desactivados.