Internacional

Homem tenta vacinar-se contra a covid-19 com braço de silicone em Itália

O objetivo seria obter o certificado digital de vacinação, que, a partir de segunda-feira, será obrigatório no país para entrar em restaurantes, cinemas e eventos desportivos. 


Um cidadão italiano, de 50 anos, tentou vacinar-se contra a covid-19 utilizando um braço de silicone de forma a “enganar” os profissionais de saúde. O caso aconteceu na quinta-feira, na cidade de Biella, no norte de Itália.

O objetivo seria obter o certificado digital de vacinação, que, a partir de segunda-feira, será obrigatório no país para entrar em restaurantes, cinemas e eventos desportivos. No entanto, a enfermeira responsável pela inoculação percebeu que não se tratava de um braço verdadeiro ao tocar no membro.

Ao se aperceber da farsa, a enfermeira pediu para que o homem tirasse a camisola. “Senti-me ofendida enquanto profissional”, afirmou à imprensa italiana. O italiano ainda tentou convencer a enfermeira a vaciná-lo, mas sem sucesso.

“O caso roçaria o ridículo se não estivéssemos a falar de um gesto de enorme gravidade, inaceitável durante o sacrifício que representa a pandemia para toda a nossa comunidade”, afirmou Alberto Cirio, governador da região de Piemonte, no Facebook, garantindo que o homem “terá de responder à Justiça”.

Os comentários estão desactivados.