Vida

Lil Wayne acusado de apontar espingarda a segurança na sua residência

Esta não é a primeira vez que o rapper tem problemas com as autoridades devido a posse de armas. 


O rapper Lil Wayne apontou alegadamente uma espingarda a um dos seus guarda-costas durante uma discussão mais acesa, na sua habitação em Hidden Hills, no estado norte-americano da Califórnia. 

A informação foi revelada pelo porta-voz da polícia de Los Angeles ao site Page Six, que contou que a força de segurança foi alertada para um assalto com recurso a uma arma de fogo na passada quarta-feira, perto das 1h40. 

Quando a polícia chegou à residência, um homem de nacionalidade espanhola que trabalha como segurança do cantor disse ter estado envolvido numa discussão que se tornou num ato violento com o rapper de 39 anos, alegando que Wayne lhe apontou uma espingarda durante a agressão. 

A policia procurou o rapper, cujo nome legal é Dwayne Michael Carter Jr., mas acabou por sair da residência. De acordo com a Page Six, a autoridade está agora a investigar o incidente. 

No entanto, segundo avançou TMZ, o artista ficou incomodado com o guarda-costas que lhe tirou fotografias e as divulgou na imprensa norte-americana, o que pode ter gerado esta confusão. 

De acordo com as informações do site TMZ, Lil Wayne pediu ao segurança para deixar em casa depois de a discussão se ter tornado mais física. Mas fontes policiais disseram que o guarda-costas alegou ter ido primeiro à casa de banho, e foi nesse momento que o artista alegadamente apontou a arma. 

Esta não é a primeira vez que o rapper tem problemas com as autoridades devido a posse de armas. 

Em dezembro de 2020, o rapper considerou-se culpado pela posse de uma pistola dourada encontrada numa busca realizada no seu jato em 2019. Dez anos antes, Wayne também se declarou culpado pela tentativa de posse criminosa de uma arma em Nova Iorque, depois das autoridades terem detetado um a arma semiautomática, também numa busca num autocarro do cantor. O rapper cumpriu um ano de prisão por este ilícito. 

Os comentários estão desactivados.