Sociedade

GNR captura homem que fugiu depois de disparar contra militares no Pinhal Novo

A força de segurança dirigiu-se à habitação do suspeito de cerca de 50 anos devido a um inquérito que o Destacamento Territorial da GNR de Palmela tinha a seu cargo por posse de arma ilegal e de ameaças. 

GNR captura homem que fugiu depois de disparar contra militares no Pinhal Novo

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intercetou, esta terça-feira, um homem que disparou contra os militares enquanto realizavam uma busca na sua residência no Pinhal Novo. 

A força de segurança dirigiu-se à habitação do suspeito de cerca de 50 anos devido a um inquérito que o Destacamento Territorial da GNR de Palmela tinha a seu cargo por posse de arma ilegal e de ameaças. 

No momento em que os guardas davam cumprimento ao mandado, o suspeito "efetuou disparos e colocou-se em fuga". "De uma forma rápida e célere foram efetuadas diligências com o objetivo de o intercetar", apontou o Capitão Celso Pereira em declarações à CNN Portugal no terreno. 

Não houve vítimas mortais na sequências dos disparos, contudo existem pessoas a receber assistência médica, cuja quantidade não foi precisa pelo militar da GNR, avançou o mesmo órgão de comunicação social. 

Os comentários estão desactivados.