Sociedade

Vacinação de crianças pode arrancar na próxima semana

Primeiras doses infantis chegam ao país no domingo.


A Direção Geral da Saúde remeteu para sexta-feira o anúncio do calendário de vacinação contra covid-19 de crianças dos 5 aos 11 anos, que para já se sabe que vai começar por crianças com fatores de risco. Para o próximo domingo está prevista a chegada ao país das primeiras 300 mil doses pediátricas da vacina da Pfizer, cuja distribuição deverá então poder iniciar-se a partir da próxima semana.

A decisão da DGS de avançar com a vacinação de crianças surge na sequência do parecer positivo da comissão técnica de vacinação, numa altura, em que vários países europeus já avançaram ou estão a avançar: Espanha vai também começar a vacinar crianças a partir da próxima segunda-feira. A norma de vacinação pediátrica ontem ainda não tinha sido publicada por isso não são públicas as doenças elegíveis para prioridade.

O Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças recomendou a vacinação de todas as crianças nesta faixa etária também com prioridade nas crianças com fatores de risco. Segundo o organismo, com base na informação reportada por 10 países europeus, onde não estava incluído Portugal, foi calculado um risco 12 vezes superior de hospitalização com covid-19 de crianças com doença oncológica, doença respiratória, doença cardíaca mas também obesidade. Ainda assim, 78% das crianças internadas não tinham fatores de risco prévio. Em Portugal não foi ainda feito um balanço de quantas crianças foram até hoje hospitalizadas com covid-19 mas só no Hospital Dona Estefânia, revelou a médica Maria João Brito, já foram ultrapassados os 400 internamentos. Desde o início da pandemia morreram três crianças em Portugal até aos 9 anos, sendo este o grupo etário em que as infeções registam atualmente a maior incidência. 

 

Os comentários estão desactivados.