Desporto

Primeiro-ministro australiano avisa Djokovic que não entrará no país se não estiver vacinado contra a covid-19

Scott Morrison relembrou que não há regras especiais para os tenistas na hora de entrar no país. Djokovic está inscrito para o Open da Austrália, que se realiza em janeiro de 2022.


"Não há regras especiais para os tenistas nem para ninguém", assegurou Scott Morrison, primeiro-ministro da Austrália, em declarações à Sky News. "Seguirá os mesmos requisitos que toda a gente para entrar na Austrália”, garantiu, em relação a Novak Djokovic, e ao facto de o estado da sua vacinação contra a covid-19 ser ainda desconhecido.

Djokovic está entre os inscritos para o Open da Austrália, o primeiro Grand Slam do ano, que decorre entre 17 e 30 de janeiro de 2022, em Melbourne. A organização do evento exige, no entanto, que todos os participantes apresentem um certificado de vacinação válido, e Morrison já avisou Djokovic que não abrirá uma exceção. O sérvio de 34 anos não revelou ainda o estado da sua vacinação contra a covid-19.

Recorde-se que, se o sérvio vencer o Open da Austrália, tornar-se-á no tenista com mais títulos em torneios do Grand Slam de sempre. Neste momento, Djokovic, Roger Federer e Rafael Nadal estão empatados no topo, com 20 títulos de majors para cada um.

Os comentários estão desactivados.