Desporto

Nikita Mazepin falha GP de Abu Dhabi depois de testar positivo à covid-19

O piloto russo da Haas não participará no último Grande Prémio da temporada, deixando a equipa com apenas um carro em pista.


Falta menos de uma hora para o apagar das luzes em Abu Dhabi, no último Grande Prémio do Mundial de 2021, e a Haas ficou reduzida a um único piloto em pista. O russo Nikita Mazepin testou positivo à covid-19, num teste feito no próprio circuito de Yas Marina, e não poderá participar na última corrida do ano, onde se decidirá o novo campeão mundial.

O piloto de reserva Pietro Fittipaldi está em Abu Dhabi, mas não é elegível para ocupar o lugar deixado por Mazepin, já que não participou em nenhum sessão deste fim-de-semana. Assim, Mick Schumacher será o único piloto da Haas a participar neste Grande Prémio, partindo do 19.º lugar da grelha de partida.

Comunicado conjunto:

"A FIA, Fórmula 1 e Haas F1 Team podem hoje confirmar que durante os testes de PCR no local para o Grande Prémio de Abu Dhabi de Fórmula 1 de 2021 da FIA, Nikita Mazepin testou positivo para COVID-19. De acordo com os protocolos do COVID-19, ele não fará parte deste evento. Todos os contatos foram declarados. Não haverá nenhum piloto de substituição de acordo com o artigo 31.1 do Regulamento Desportivo de Fórmula 1 da FIA 2021, que proíbe qualquer piloto que não tenha participado em pelo menos uma sessão de treino de participar na corrida. Os procedimentos definidos pela FIA e pela Fórmula 1 não garantirão um impacto maior no Grande Prêmio de Abu Dhabi."