Sociedade

Dois homens detidos por suspeitas de vários crimes, incluindo rapto e extorsão

Crimes surgiram "na sequência do não pagamento de uma elevada dívida de consumo, em espaço de diversão noturna". 


Dois homens, ambos com 36 anos, foram detidos pela Polícia Judiciária (PJ), através da Unidade Nacional Contraterrorismo. Em causa estão suspeitas da prática de um crime de rapto consumado e de um outro na forma tentada, além de crimes de roubo, extorsão e ofensas à integridade física.

Em comunicado, esta segunda-feira divulgado, a PJ refere que as detenções ocorreram no âmbito do cumprimento de vários mandados de busca domiciliária e de mandados de detenção fora de flagrante delito.

Os factos remontam ao passado mês de novembro e ocorreram em diferentes dias nas cidades de Lisboa e Amadora. As vítimas, dois homens de 27 e 38 anos, foram “alvo das referidas ações criminosas, na sequência do não pagamento de uma elevada dívida de consumo, em espaço de diversão noturna.”

Os detidos têm antecedentes criminais e foram presentes a interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, tendo-lhes sido aplicada, como medida de coação, a prisão preventiva. O inquérito é titulado pelo DIAP de Lisboa.

Os comentários estão desactivados.