Vida

Billie Eilish revela que "teria morrido com covid-19 se não tivesse sido vacinada"

Billie Eilish revelou que se sentiu mal com efeitos do vírus durante dois meses e que ainda é vítima de alguns efeitos secundários.


A cantora Billie Eilish revelou que teve covid-19 em agosto deste ano e considera que “teria morrido” se não tivesse sido vacinada contra o vírus.

“A vacina é espetacular e também evitou que [o irmão e colaborador] Finneas apanhasse [covid-19], evitou que os meus pais apanhassem, evitou que os meus amigos apanhassem”, afirmou a jovem de 19 anos, em entrevista ao programa de rádio de Howard Stern.

Billie Eilish revelou que se sentiu mal com efeitos do vírus durante dois meses e que ainda é vítima de alguns efeitos secundários. “Quero que fique claro que é por causa da vacina que eu estou bem. Acho que se não fosse vacinada, teria morrido, porque foi mau”, acrescentou.

A artista explicou ainda que se sentiu “horrível”, mas que tem noção de que os efeitos poderiam ter sido piores. “Mas quando estás doente, sentes-te horrível”, frisou.

Os comentários estão desactivados.