Vida

Ben Affleck admite que teria continuado a beber se ainda fosse casado com Jennifer Garner

Ben Affleck e Jessica Garnier casaram-se em 2005 e juntos são pais de Violet, de 16 anos, Seraphina, e 12, e Samuel, de 9.


Ben Affleck confessou que teria continuado a beber se ainda fosse casado com Jennifer Garner. O casal de atores separou-se em 2018, após 13 anos de casamento.

“Nós teríamos acabado por nos agredir. Eu provavelmente ainda estaria a beber. Parte do motivo pelo qual eu comecei a beber é porque me sentia preso”, contou o ator, de 49 anos, em entrevista ao programa de rádio The Howard Stern Show, acrescentando que deu entrada numa clínica de reabilitação pela primeira vez após o divórcio.

“Eu estava tipo: ‘eu não posso ir embora por causa dos meus filhos, mas não estou feliz, o que é que eu faço?’. E o que eu fazia era beber uma garrafa de uísque e dormir no sofá, o que no fim não era solução”, acrescentou.

De salientar que Ben Affleck e Jessica Garnier casaram-se em 2005 e juntos são pais de Violet, de 16 anos, Seraphina, e 12, e Samuel, de 9.

“No fim, nós tentámos, tentámos e tentámos porque tínhamos filhos, mas nenhum de nós queria que este fosse o modelo de casamento que as crianças tivessem como exemplo”, afirmou.

O ator desmentiu ainda algumas especulações sobre o divórcio e sublinhou que ama e respeita a ex-mulher. “Nós tivemos um casamento que não resultou. Ela é alguém que eu amo e respeito, mas com quem não podia ficar casado mais tempo”, sublinhou.

“Tivemos momentos de tensão? Discussões por causa da custódia? Foi difícil? Ficámos chateados? Sim, mas foi tudo feito com muito respeito. Eu sabia que ela era boa mãe e sempre esperei para que ela soubesse que eu era bom pai. Eu sei que era”, rematou.