Desporto

Jorge Jesus não vai estar no banco nos próximos jogos contra Marítimo e FC Porto

O pedido do Benfica para suspender o castigo de 15 dias ao treinador encarnado foi recusado. 


O Tribunal Central Administrativo Sul (TCAS) recusou, esta quinta-feira, o pedido do Benfica para suspender o castigo de 15 dias ao técnico Jorge Jesus e por isso vai falhar o jogo frente ao Marítimo e o Clássico com o FC Porto para a Taça de Portugal. 

A informação foi confirmada pelo clube da Luz em comunicado publicado no seu site, no qual se pode ler que a providência cautelar foi indeferida "pelo presidente do TCAS o pedido de decretamento de medidas cautelares que visavam a suspensão do castigo de 15 dias aplicado ao seu treinador Jorge Jesus, após deliberação do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol". 

O clube presidido por Rui Costa disse que "o recurso da decisão disciplinar prossegue agora os trâmites normais" no Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) e, "na ausência de decisão em tempo útil", será o treinador João de Deus a orientar a equipa frente ao Marítimo, no domingo, para a 15.ª jornada da I Liga, e ao FC Porto, em 23 de dezembro, nos oitavos de final da Taça de Portugal.

Já na partida de ontem à noite, Jorge Jesus também não comandou a sua equipa, que venceu o Sporting de Covilhã por 3-0 no Estádio da Luz, num jogo que possibilitou a entrada para a final four da Taça da Liga. 

Os comentários estão desactivados.