Sociedade

Emitido terceiro mandado de detenção internacional contra João Rendeiro

O despacho foi enviado para a Procuradoria-Geral da República (PGR) para ser associado ao pedido de extradição que será enviado para as autoridades da África do Sul, onde o ex-banqueiro foi detido no passado dia 11 de dezembro.

Emitido terceiro mandado de detenção internacional contra João Rendeiro

O juiz Francisco Henriques, do Tribunal Criminal de Lisboa, emitiu, esta sexta-feira, o terceiro mandado de detenção internacional contra João Rendeiro. Em causa está o processo no qual o ex-presidente do Banco Privado Português (BPP) foi condenado a três anos e seis meses de prisão por burla qualificada.

Segundo revelou fonte judicial à agência Lusa, o despacho foi enviado para a Procuradoria-Geral da República (PGR) para ser associado ao pedido de extradição que será enviado para as autoridades da África do Sul, onde o ex-banqueiro foi detido no passado dia 11 de dezembro.

O despacho pede que João Rendeiro seja detido e extraditado para que possa ser presente ao juiz do Tribunal Criminal de Lisboa para lhe ser aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

O processo em causa, cujo acórdão foi conhecido a 28 de setembro, ainda não transitou em julgado. Dos três processos judiciais em que foi condenado, apenas um já transitou em julgado, no qual está condenado a 5 anos e oito meses de prisão.

De salientar que João Rendeiro viu hoje o pedido de libertação sob fiança negado e irá permanecer detido na África do Sul até pelo menos 10 de janeiro, data em que o processo de extradição começará a ser avaliado.

Os comentários estão desactivados.