Internacional

20 trabalhadores resgatados de uma mina onde estavam presos na China

Equipas de salvamento continuam a tentar resgatar um último mineiro.


Vinte mineiros foram resgatados pelas equipas de socorro chinesas de uma mina ilegal de carvão onde estavam presos desde quarta-feira. Hoje continuava a tentativa de resgate de um trabalhador que ainda se encontrava no interior.

De acordo com a agência oficial Xinhua, os mineiros ficaram presos devido a uma inundação na mina, situada em Xiaoyi, na província de Shanxi, no Norte do país, uma importante zona produtora de carvão.

Foram enviados para o local centenas de elementos das equipas de socorro onde, segundo a mesma fonte citada pela agência noticiosa France-Presse, estavam três bombas a drenar água das galerias. Contudo, devido à estreiteza da entrada na mina e pela falta de um mapa preciso do local, as operações são complicadas.

Mesmo com as dificuldades apresentadas, as equipas de socorro conseguiram trazer à superfície 20 mineiros, continuando a trabalhar para recuperar um último.

Em consequência desta situação, o governo local anunciou que foram demitidos três altos funcionários locais, incluindo o chefe do Partido Comunista Chinês para Xiaoyi. A polícia anunciou ainda a prisão de sete suspeitos e que estava a procurar outras pessoas, incluindo o proprietário da mina que, segundo os meios de comunicação locais, fugiu após o acidente. 

Os comentários estão desactivados.