LifeStyle

10 ideias para entreter os miúdos nas férias de Natal

Esta é capaz de ser a altura do ano mais esperada por todas as crianças. Sinónimo de calor, festas, comida, família e, claro, prendas, muitas vezes a ânsia de “ver” chegar o Pai Natal pode criar alguma ansiedade e azáfama nos mais pequenos. O i partilha consigo algumas atividades para entreter os mais novos, tanto fora como dentro de casa, tanto pagas como grátis. O objetivo? Passar tempo em família, vivenciar o espírito natalício e ver brilhar os olhos das crianças.


Caça ao tesouro no Palácio de Sintra

Não é segredo para ninguém que Sintra é um lugar “mágico”. E, como as atividades natalícias não têm de ser realizadas apenas dentro de quatro paredes, o Palácio Nacional de Sintra organizou uma caça ao tesouro para crianças dos seis aos 12 anos. Com as paredes repletas de histórias, energias de todos aqueles que por ali passaram, quadros e brasões, existe um mistério por resolver. Os mais pequenos devem seguir as pistas numa divertida atividade que esconde segredos “escondidos em cada azulejo e armadura” que está disponível apenas até hoje. Uma atividade ideal para explorar o trabalho em equipa. Acontece esta segunda-feira, pelas 15h. A inscrição custa 10 euros. E pode sempre inspirar-se na ideia. 

Natal na Floresta

Esta é, sem dúvida, uma época de azáfama e consumo. Muitas são as horas passadas nas grandes superfícies à procura da prenda perfeita. Mas e se, os pais aproveitassem precisamente esta altura para fomentar valores como a sustentabilidade e consciência ambiental? A Associação Movimento Bloom desenvolve este ano mais um programa Férias na Floresta disponível até dia 30 de Dezembro. Um programa de exploração, descoberta e brincadeira ao ar livre que proporciona às crianças um tempo e um espaço para respirarem fundo. Este ano, a atividade leva os mais pequenos (dos 6 aos 12 anos) à descoberta da Pedra Amarela, campo base no Parque Natural Sintra-Cascais. 

Visitar os mercados de Natal

As luzes de Natal, o cheiro a chocolate quente, o encontro com o pai Natal e as rodas gigantes. Quem não gosta de visitar um mercado de Natal? Talvez sejam os locais onde o espírito natalício se encontra condensado num só lugar que agrada tanto às crianças como aos mais velhos… Com animações, comidas típicas da época e até mesmo pistas de gelo onde as famílias podem passar momentos divertidos, quem está na capital pode deslocar-se até ao Parque Eduardo VIII, onde decorre o Wonderland Lisboa. Já na cidade Invicta, encontra-se o Mercado de Natal do Porto, instalado na Praça da Batalha. Contudo, uma das “vilas” Natal mais conhecidas do país é mesmo a de Óbidos, a laborar até 2 de janeiro de 2022.

Patinagem no gelo

As pistas de gelo fazem-nos viajar até outros países e incorporam parte do imaginário de muitas crianças que vibram com os filmes natalícios.  O Wonderland Lisboa possui uma pista de gelo com capacidade para mais de 100 pessoas patinarem ao mesmo tempo, disponível até 2 de Janeiro de 2022. Na Amadora, o Centro Comercial UBBO, também se transformou num autêntico Resort de Natal onde também se encontra uma pista de gelo. Na margem sul, em Almada, foi também instalada uma pista de gelo, também habitual nesta altura do ano. No Norte, no Parque Nascente, em Rio Tinto, também está instalada uma pista de gelo até 31 de Janeiro. Chamusca e Portimão são outras terras com pista de gelo. 

Planetário de Lisboa

Porque o céu é o limite e, nesta altura, muito se fala das estrelas - ou não tivesse sido, segundo a tradição cristã, a Estrela de Belém, também chamada de Estrela de Natal, a revelar o nascimento de Jesus aos Reis Magos – o Planetário de Lisboa oferece uma “mão” repleta de opções para os mais novos. Da sua programação fazem parte as exibições: “As Estrelas de Natal”, uma transmissão que fala precisamente sobre a estrela de Belém, interrogando se é realidade ou mito; “A Olhar para o Céu”, transmissão que mostra os corpos celestes visíveis a olho nu em Portugal e noutras latitudes; “Heróis e Berlindes no Céu”, que desafia as crianças a imaginar figuras no céu e ainda “ Capitão Shnuppes”, uma “viagem espacial” em que as crianças ajudam a salvar a nave do calor do sol. 

Circos de Natal

Natal não seria Natal sem circo. Esta é uma das maiores tradições em Portugal. O Fabuloso Circo de Natal, no Porto, estreou em Lisboa a 1 de dezembro e, com narração de Nuno Markl, reúne acrobatas, trapezistas, palhaços e muitos animais. A novidade deste ano é que será também exibido em Lisboa, no âmbito da programação da Immersivus Gallery — a primeira galeria de experiências artísticas imersivas em Portugal com assinatura do atelier OCUBO. Também o Circo de Natal da Companhia Internacional de Circo, já se encontra disponível no Coliseu dos Recreios, propondo uma viagem pelo mais antigo espetáculo do Mundo. Já Vítor Hugo Cardinali está no Parque das Nações até 9 de janeiro.

Postais de Natal

Quase todos se encontram longe de alguém de que gostam, principalmente em mais um Natal marcado pela pandemia da Covid-19. E se ensinássemos aos mais pequenos o gosto de fazer e receber postais de Natal? Regressando ao passado e deixando de lado as tecnologias, elaborar um postal de Natal com os materiais que se tem em casa, pode ser uma experiência calorosa. Basta um pouco de cartolina, cola brilhantes, corda e criatividade. Um postal em forma de boneco de neve? Rena? Ou mesmo Pai Natal? Uma atividade que desenvolve a criatividade dos mais novos e uma boa oportunidade para passar um momento em família. Procurar um antigo marco dos correios para o enviar pode servir também de jogo.

Biscoitos decorados

Ao pensarmos em Natal, é capaz de nos vir à memória o cheiro de biscoitos que costuma invadir a casa. E, normalmente, as crianças apreciam ser incluídas nesse tipo de atividades. Os biscoitos podem ser moldados logo com formas engraçadas, ou se houver tempo e disponibilidade, porque não usar mesmo a criatividade e as mãos para criar os próprios bonecos? Mesmo se não existirem materiais de culinária que permitam criar efeitos ou carimbar formas, nada como um garfo, um palito ou uma faca para dar asas à imaginação.  

Jogos num minuto

Também com os materiais que se tem em casa, não é muito difícil criar alguns jogos fáceis e divertidos, com as renas e bonecos de neve como protagonistas. Para quem se lembra daquela tradicional brincadeira onde o objetivo é, de olhos fechados, colocar o rabo no desenho do burro, nesta altura, o jogo pode transformar-se em “acertar no nariz da rena”. Basta desenhar uma rena, ou criá-la em cartolina, colá-la numa superfície vertical e plana, vendar os olhos das crianças e esperar que elas, num minuto, consigam acertar no local do nariz. Outro jogo engraçado e pouco habitual é o de colocar um prato de papel na cabeça, virado ao contrário e tentar desenhar um boneco de neve. 

A "magia" em rolo de papel

Rolo de papel higiénico, tintas (consoante a figura que se quer criar), papel branco, cartolinas, e botões.  Mais uma vez, materiais que, por hábito, se tem em casa, quando se tem crianças. É fácil e pode resultar em qualquer figura que se deseje. Basta pintar o rolo de papel da cor que se pretende (por exemplo, se for o boneco de neve, pinta-se de branco), com o marcador desenhar os olhos e a boca numa folha branca, pintar, recortar e colar no rolo… Com as cartolinas recortar os acessórios e colá-los na figura. Esta pode ser uma ideia gira para prendas de Natal, pois ao invés de criar figuras natalícias as crianças podem querer experimentar criar o avô, a tia ou o primo. Ou fazer um presépio original.