Sociedade

PSP detém homem de 27 anos suspeito de tentativa de homicídio na Amadora

O incidente aconteceu no passado domingo, quando "três cidadãos estariam em confrontos na via pública, com uma viatura ligeira de cor cinzenta envolvida". Estes confrontos resultaram numa vítima, que ficou deitada no chão, depois de ter sido alvejada pelo condutor do veículo. 

 


Um homem de 27 anos foi detido, este domingo, pelo Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública (PSP), através da Divisão Policial da Amadora, por ser suspeito de um crime de tentativa de homicídio, na Brandoa. O detido já foi presente a tribunal e está agora em prisão preventiva. 

Segundo um comunicado divulgado esta quarta-feira, a PSP explica que, pelas 13h40 do passado domingo, recebeu uma chamada telefónica, que reportava que "três cidadãos estariam em confrontos na via pública, com uma viatura ligeira de cor cinzenta envolvida" e que havia pelo menos uma vítima "deitada no solo, que teria sido alvejada pelo condutor do veículo".

Na chegada ao local, a força de segurança encontrou a vítima com "ferimentos provocados por uma arma de fogo" e verificou que a viatura identificada estava em fuga, "transportando um dos dois suspeitos e cujas características correspondiam às que foram facultadas anteriormente". 

Ao encontrarem o veículo, os agentes "realizaram uma abordagem à viatura, ação que culminou na algemagem e detenção, sem incidentes, do suposto autor dos disparos". O suspeito ainda tentou ocultar droga no interior das calças, mas, mais tarde, a PSP confirmou que se tratava de 1054,68 gr de cocaína.

De acordo com a mesma nota, a força de segurança indica que foram realizados esforços para localizar a arma, que foi arremessada para uma zona de mato perto do local do crime depois do disparo. A arma de fogo foi encontrada e apreendida, revelou a PSP. 

Já um segundo suspeito conseguiu fugir antes da chegada da PSP, mas a força de segurança já tinha na sua posse a sua identificação. Quanto à vítima, esta foi assistida no local e encaminhada para uma unidade hospitalar.

A Polícia Judiciária também foi chamada ao local para as necessárias diligências.

Os comentários estão desactivados.