Sociedade

Mulher detida por atear fogo à casa onde vivia com o companheiro e o filho

Arguida terá agido num quadro de desequilíbrio do foro psiquiátrico.


Uma mulher de 39 anos foi detida na quarta-feira pela Polícia Judiciária (PJ), com a colaboração da GNR, por ser a presumível autora de um incêndio num edifício habitacional, que ocorreu no final da tarde de segunda-feira, dia 20 de dezembro, numa freguesia do concelho de Ponte de Lima.

Em comunicado, a PJ explica que "recorrendo a chama direta", a mulher "ateou fogo ao interior da habitação arrendada onde residia com o seu companheiro e um filho menor, que, na altura, estavam ausentes".

É ainda referido que a arguida, "atuando num quadro de desequilíbrio do foro psiquiátrico, eventualmente motivada por sentimentos de vingança", provocou a "destruição de grande parte do imóvel, que só não ardeu na totalidade dada a pronta intervenção dos Bombeiros".

A mulher vai agora ser presente às autoridades competentes para interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

Os comentários estão desactivados.