Desporto

Federação da Polónia reúne-se para discutir "exclusivamente" pedido de rescisão de Paulo Sousa

Note-se que neste domingo o presidente da Federação Polaca de Futebol, Cezary Kulesza, afirmou ter recusado "firmemente" um pedido de Paulo Sousa para rescindir o contrato devido a uma oferta de um clube, que tudo indica, segundo a comunicação social, que seja o clube brasileiro Flamengo para substituir Renato Gaúcho. 


A possível saída de Paulo Sousa para o Flamengo levou a Federação Polaca de Futebol a reunir-se para discutir apenas o pedido de rescisão do português do cargo de selecionador, escusando-se assim a comentar a situação "até segunda ordem". 

"Hoje, realizou-se uma reunião extraordinária do conselho de administração da Federação Polaca de Futebol dedicada exclusivamente à análise do contrato com o treinador Paulo Sousa", anunciou o organismo, em comunicado divulgado no seu site. 

No entanto, "tendo em conta o desenrolar das conversações sobre o assunto", a deferação polaca prefere não comentar o tema "até nova ordem".

Note-se que neste domingo o presidente da Federação Polaca de Futebol, Cezary Kulesza, afirmou ter recusado "firmemente" um pedido de Paulo Sousa para rescindir o contrato devido a uma oferta de um clube, que tudo indica, segundo a comunicação social, que seja o clube brasileiro Flamengo para substituir Renato Gaúcho. 

"Hoje [26 dezembro], fui informado pelo Paulo Sousa que queria rescindir o contrato com a federação polaca por causa de uma oferta de um clube. Este é um comportamento extremamente irresponsável, inconsistente com as declarações anteriores do treinador. Portanto, recusei firmemente", escreveu o presidente numa publicação partilhada na sua conta pessoal do Twitter, que foi de seguida divulgada pela federação. 

Paulo Sousa inicou a carreira de treinador nos escalões de formação da seleção portuguesa e comprometeu-se com a seleção polaca em janeiro deste ano, depois de ter treinado vários clubes mundiais, como Swansea, Leicester, Florentina e Bordéus. 

Nos comandos da seleção polaca, o técnico foi eliminado ainda na fase de grupos do Euro2020, disputado em 2021 devido à pandemia de covid-19, e terminou o apuramento para o Mundial2022 em segundo no grupo I, atrás da Inglaterra, disputando agora o 'play-off' frente à Rússia, cujo vencedor vai enfrentar a Suécia ou República Checa por um lugar no Qatar.

Os comentários estão desactivados.