Sociedade

Passageiros do navio cruzeiro atracado em Lisboa devido a um surto de covid-19 começam a deslocar-se para o aeroporto

A operação irá decorrer gradualmente até às 15h de hoje para evitar concentrações e problemas devido à quantidade de pessoas que está a ser transportada até ao aeroporto num curto espaço de tempo. Foram diagnosticados 68 casos positivos entre passageiros e tripulantes. 


Os passageiros do cruzeiro Aida Nova que testaram negativo à covid-19 começaram, esta manhã de segunda-feira, a desembarcar do navio atracado no porto de Lisboa e estão a ser transportados para o aeroporto de Lisboa para regressarem aos seus países, indicou o capitão do porto de Lisboa e comandante local da Polícia Marítima de Lisboa, Diogo Vieira Branco, à agência Lusa. 

"Conforme previsto, por volta das 06h00 começou a decorrer a operação de transporte de passageiro não infetados para o aeroporto. Todos com teste covid negativo efetuado nas últimas 48 horas", apurou Diogo Vieira Branco, ao explicar que a operação irá decorrer gradualmente até às 15h de hoje para evitar concentrações e problemas devido à quantidade de pessoas que está a deslocar-se até ao aeroporto num curto espaço de tempo. 

O capitão do porto de Lisboa também adiantou que o número de pessoas infetadas com covid-19 no navio cruzeiro passou de 64 para 68 pessoas. Note-se que ontem o comandante Vieira Branco indicou que tinham sido detetados mais 12 casos positivos, o que perfazia 52 casos sinalizados nos últimos dias, levando o Aida Nova a ficar atracado em Lisboa. 

"Ainda no decorrer do dia de ontem [domingo] tinham sido detetados 12 positivos e o número acabou para elevar para 16, sendo oito passageiros e oito tripulantes. Todos vacinados e assintomáticos ou com sintomas ligeiros", revelou à mesma fonte. 

Os comentários estão desactivados.