Sociedade

Dias depois de ser detido por assalto a residência, homem volta a roubar bomba de gasolina e estabelecimento comercial

Foi ainda detido outro homem, envolvido no primeiro assalto. 


A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, deteve dois homens, ambos de 34 anos, suspeitos de diversos crimes de roubo agravado, com recurso a arma de fogo e arma branca.

Segundo revela a autoridade, num comunicado esta quarta-feira divulgado, os factos ocorreram em finais de novembro e meados de dezembro de 2021, numa residência, num posto de abastecimento de combustível e num estabelecimento comercial da cidade de Santarém.

De acordo com a PJ, um dos suspeitos já tinha sido detido pela PJ em finais de novembro, “indiciado pela prática de um crime de roubo agravado, com recurso a arma de fogo, tendo ficado sujeito à medida de coação de apresentações periódicas. Contudo, apenas cinco dias depois da primeira detenção, o arguido praticou um novo crime de roubo agravado, “desta vez com recurso a arma branca, num posto de abastecimento de combustível da cidade de Santarém”.

“Cerca de quinze dias depois, o mesmo arguido terá praticado novo roubo agravado, com recurso a arma branca, em estabelecimento comercial” também em Santarém.

O segundo arguido agora detido “está também fortemente indiciado pela prática, em coautoria, do primeiro roubo agravado, com recurso a arma de fogo, executado numa residência", explica a PJ.

Os dois arguidos detidos foram, ontem, presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo ficado sujeitos, respetivamente, às medidas de coação de prisão preventiva e apresentações periódicas às autoridades.

Os comentários estão desactivados.