Vinagrete

Os bares que estão contra medidas sanitárias


Fiquei perplexo por ver alguns ‘empresários da noite’, de bares e discotecas, a acharem injustas as medidas sanitárias que lhes atingem os negócios – e devem atingi-los bem –, sem lhes ocorrer que têm normalmente um negócios óptimo, que é só escorrer dinheiro com pouco trabalho. Eles pretenderiam ser focos de infeções, e que Governo e partidos nada fizessem para os impedir?

 Achei mais normais os ‘empresários da noite’ que, frustrando as intenções dos jornalistas que os consultavam, davam conta com pena dos seus prejuízos, mas compreendiam e apoiavam que os sanitários se esforçassem por combater a epidemia.

Ninguém a quer, mas o normal é pretender combatê-la da forma mais eficaz.