Internacional

Cidade chinesa testa 14 milhões de pessoas após detetar dois casos de Ómicron

A testagem em massa começou esta manhã de domingo e espera-se que o processo esteja concluído em cerca de 24 horas.


A cidade chinesa de Tianjin, no norte do país, anunciou este domingo que irá testar quase 14 milhões de residentes após detetar dois casos locais da variante Ómicron, os primeiros de transmissão local no país.

De acordo com as autoridades locais, os dois casos estão ligados e fazem parte das últimas 20 infeções locais detetadas na cidade, todas no mesmo distrito.

Tianjin foi a primeira cidade na China a registar um caso de Ómicron em meados de dezembro, embora esse tenha sido um caso "importado", ou seja vindo do estrangeiro.

A testagem em massa começou esta manhã de domingo às 7 horas (23h de sábado em Lisboa) e espera-se que o processo esteja concluído em cerca de 24 horas.

A cidade, a pouco mais de 100 quilómetros de Pequim, confinou 29 áreas residenciais, fechou parcialmente duas linhas de metro e cancelou pelo menos 144 voos no aeroporto de Binhai.

Os comentários estão desactivados.