Economia

Empresas perspetivam aumento nominal de 6,5% nas exportações em 2022

INE diz que “a confirmarem-se, estas perspetivas das empresas permitirão uma recuperação para valores de exportações de bens superiores aos registados no período pré-pandemia”.


As empresas perspetivam um acréscimo nominal de 6,5% nas suas exportações de bens para este ano face ao ano anterior. Os dados foram divulgados esta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) que acrescenta também que as empresas esperam um acréscimo de 7,7% nas exportações para os mercados extra-UE e de 6% para os países intra-UE.

E o gabinete de estatística não tem dúvidas que, “a confirmarem-se, estas perspetivas das empresas permitirão uma recuperação para valores de exportações de bens superiores aos registados no período pré-pandemia”.

Diz ainda o INE que, por Grandes Categorias Económicas (CGCE) destacam-se as perspetivas de aumento das exportações de máquinas, outros bens de capital (exceto o material de transporte) e seus acessórios (+9,3%) e dos produtos alimentares e bebidas (+5,3%).

Os comentários estão desactivados.