Sociedade

Onze embarcações de pesca da Madeira entregaram mais de uma tonelada de lixo nos portos

As embarcações vão receber a ‘bandeira aderente’ que lhes reconhece a preocupação com a qualidade do mar do arquipélago.


Onze embarcações de pesca da Madeira descarregaram mais de uma tonelada de lixo nos portos da região. Por este feito, vão receber a ‘bandeira aderente’ que lhes reconhece a preocupação com a qualidade do mar do arquipélago, anunciou esta quarta-feira o Governo Regional.

Numa nota divulgada pela Secretaria do Mar e das Pescas deste arquipélago, o Executivo da Região Autónoma da Madeira destaca que o galardão visa homenagear os pescadores e armadores.

“Mais de 70 pescadores, armadores e funcionários das lotas já participaram nas ações de formação e sensibilização para a recolha de lixo marinho e gestão do lixo produzido a bordo das embarcações”, desenvolvidas pela secretaria madeirense no âmbito do projeto OceanLit.

O projeto está dotado de um orçamento global de 1.381.744 euros, sendo comparticipado a 85% pelo Programa INTERREG MAC 2014-2020, do Fundo Europeu de Desenvolvimento (FEDER), cujos principais objetivos são gerar conhecimento sobre a problemática do lixo marinho e criar soluções para favorecer a tomada de decisões para a sua redução e impacto.

A secretaria regional realça ainda que, “desde o início da formação, em setembro de 2021, os pescadores já trouxeram para terra uma tonelada de lixo, incluindo redes, cabos e boias”.

Participaram nas seis sessões de formação e sensibilização realizadas 42 profissionais das pescas, pescadores e armadores, e 32 colaboradores da direção de serviços de Lotas e Entrepostos, num total de 74 pessoas.

Os comentários estão desactivados.