Politica

Van Dunem exonera diretora financeira do SEF

Em causa estarão alegadas despesas irregulares de Cristina Landeiro.


A ministra da Justiça e da Administração Interna, Francisca Van Dunem, exonerou a diretora de Gestão do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), Cristina Landeiro.

De acordo com o despachopublicado esta quinta-feira em Diário da República, e datado de 5 de janeiro, Van Dunem dá “por finda, a seu pedido, a comissão de serviço no cargo de diretora central de Gestão e Administração do SEF da licenciada Cristina Landeiro Rodrigues”.O despacho produziu efeitos a dia 8 do mesmo mês.

Sublinhe-se que, de acordo com o Diário de Notícias, Cristina Landeiro está a ser alvo de uma investigação por parte da Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI), de modo a “apurar eventuais irregularidades financeiras ocorridas na mesma instituição”. Ao mesmo jornal, a IGAI não confirmou se a exoneração foi uma consequência da investigação, referindo que o processo ainda "se encontra a correr termos na IGAI."

Já a TVI teve acesso a faturas de alegadas despesas irregulares de Landeiro, nomeadamente refeições, pegas pelo SEF.

Também a CNN Portugal noticiou que Eduardo Cabrita, ex-ministro da Administração Interna, terá autorizado o pagamento de uma pós-graduação de seis mil euros, numa universidade privada, com dinheiro público, a Landeiro.

Os comentários estão desactivados.