Sociedade

Abusava de rapariga de 13 anos e vendia imagens e vídeos da menor na Internet

O detido fazia com a jovem produzisse e enviasse para si conteúdo pornográfico, tendo estas imagens e vídeos sido vendidas na internet.


A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, atualmente com 20 anos, pela presumível autoria da prática de abusos sexuais de cianças e pornografia de menores ocorridos desde 2019 na cidade de Matosinhos.

"A vítima, com 13 anos de idade e o agressor à data com 18 anos, conheceram-se pelas redes sociais, tendo iniciado um relacionamento afetivo e envolvimento sexual com conhecimento e anuência dos responsáveis pelo poder paternal", lê-se num comunicado divulgado pela autoridade.

No decurso do relacionamento, o arguido registava as práticas sexuais em fotografias e vídeos, levando a vítima também a produzir e a enviar-lhe imagens suas com conteúdo pornográfico. 

"Na posse deste material e porque não tinha ocupação ou meios de obter rendimento, decidiu iniciar uma atividade de produção e venda pela internet de conteúdos pornográficos utilizando perfis falsos bem como das imagens que convencia a vítima a fazer", explica a PJ.

A autoridade desenvolveu então diligências "que permitiram recolher indícios seguros da prática dos referidos crimes e respetiva autoria, culminando com a detenção do arguido".

Na sequência de buscas domiciliárias, foi apreendida uma quantia de quase 10 mil euros, assim como equipamentos de telecomunicações e informática topo de gama e outros bens de elevado valor comercial, cuja proveniência se presume ser resultado desta e de outras atividades ilícitas.

O detido, atualmente com 20 anos e sem ocupação profissional, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

 

Os comentários estão desactivados.