Sociedade

Incidência não pára de aumentar. País regista mais de 60 mil casos pelo terceiro dia consecutivo

A incidência continua a tendência de subida e alcançou um novo máximo. Apesar de os casos reportados terem descido ligeiramente, é o terceiro dia em que o país regista mais de 60 mil casos diários. Os internamentos aumentaram.


Portugal registou, nas últimas 24 horas, 63.833 novos casos de covid-19 e 44 mortes associadas à doença. Sublinhe-se que o número de novas infeções desceu ligeiramente, depois de o país reportar dois dias consecutivos mais de 65 mil infetados, atingindo novos máximos. Segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta sexta-feira, estes dados elevam para 2.507.357 o total de infetados no país desde o início da pandemia e para 19.788 o número de vítimas mortais.

O Norte voltou a reportar mais novos casos e só nesta região foram diagnosticadas mais de 27 mil infeções: 27.442. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo com 18.657, o Centro com 10.608, o Algarve com 2.514 e o Alentejo com 2.115. No arquipélago dos Açores há mais 1.418 infetados e no da Madeira mais 1.079.

Dos 44 óbitos reportados, 17 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 16 no Norte, cinco no Centro, três no Alentejo, dois no Algarve e um nos Açores. Apenas a Madeira não reportou qualquer morte devido à covid-19.

O número de internamentos voltou a aumentar nas últimas 24 horas, depois de três dias a descer, e há agora 2.320 pessoas infetadas a receber tratamento nos hospitais portugueses, mais 71 do que no último balanço. Destes, 152, mais cinco do que no boletim de ontem, estão em Unidades de Cuidados Intensivos.

Por outro lado, mais 42.548 pessoas recuperaram da doença, elevando o total de recuperados desde o início da pandemia para 1.908.199.

Há agora 579.370 casos ativos no país, mais 21.241 do que ontem, e as autoridades de saúde têm 594.382 contactos em vigilância.

A matriz de risco foi atualizada e mostra que a incidência continua a aumentar e a atingir novos máximos, enquanto o índice de transmissibilidade (Rt) desceu ligeiramente. Portugal tem uma incidência de 6130,9 casos de infeção por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. Na última atualização, feita na quarta-feira, a incidência nacional era de 5728,4 casos de infeção por 100 mil habitantes. Quando considerado apenas o território continental, a incidência é de 6108,7 casos e era de 5683,5 casos. Já o Rt é agora de 1,16 a nível nacional e de 1,17 no continente. Na quarta-feira era de 1,17 a nível nacional e de 1,18 no continente.

O boletim de hoje traz ainda uma atualização da distribuição geográfica dos casos confirmados, como é habitual à sexta-feira, e revela que quase todos os concelhos do país estão no nível de incidência extremamente elevado, acima de 960 novos casos por 100 mil habitantes a 14 dias. Só dois concelhos do arquipélago dos Açores estão abaixo deste patamar – Corvo e Calheta, com 426 casos por 100 mil habitantes e 855 casos por 100 mil habitantes, respetivamente.

Consulte aqui o boletim na íntegra.

Os comentários estão desactivados.