Economia

easyJet anuncia mais dois aviões, 350 mil lugares e três novas rotas no Porto

Com este reforço, a companhia aérea low-cost eleva a frota em Portugal para um total de 15 aviões baseados: cinco em Lisboa, seis no Porto e quatro em Faro.

easyJet anuncia mais dois aviões, 350 mil lugares e três novas rotas no Porto

A easyJet anunciou esta quinta-feira que vai colccar mais dois aviões no aeroporto do Porto que lhe permitirão abrir três novas rotas para Porto Santo, Madrid e Colónia, reforçar a capacidade em 350 mil lugares e criar 70 empregos diretos.

Com este reforço da oferta, a companhia eleva a frota em Portugal para um total de 15 aviões baseados (cinco em Lisboa, seis no Porto e quatro em Faro) e os postos de trabalho para mais de 520 pessoas, das quais 214 baseadas no Porto, avançou o diretor-geral da easyJet para Portugal, José Lopes, em conferência de imprensa.

Para além dos 15 aviões baseados no país, a companhia aérea de baixo custo (‘low cost’) tem ainda uma capacidade adicional de 16 aeronaves não baseadas (cinco em Lisboa, quatro no Porto, seis em Faro e uma no Funchal).

Destacando o “grande potencial” da região do Porto e Norte de Portugal, José Lopes afirmou que, nos últimos sete meses, a easyJet conquistou a segunda posição de companhia aérea a operar no Porto, crescendo 9% face ao período pré-pandemia.

No total, são já 14 milhões os passageiros transportados pela easyJet para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro desde que começou a operar na região, em 2007, e onde em 2015 abriu uma base, passando agora a assegurar um total de 23 rotas de e para oito países.

Com as três novas rotas anunciadas e o reforço da capacidade noutras 10 rotas que já opera, a ‘low cost’ vai acrescentar 350 mil lugares adicionais a partir do Porto já no verão deste ano.

Os comentários estão desactivados.