Internacional

Socorristas lutam para salvar criança que caiu num poço em Marrocos há 4 dias

As equipas de salvamento estão a realizar os últimos trabalhos de perfuração vertical para chegar ao fundo do poço.


Os socorristas marroquinos continuam esta sexta-feira as operações para tentar resgatar com vida Rayan, um rapaz de cinco anos, que caiu num poço profundo numa aldeia no norte de Marrocos há quatro dias.

O rapaz terá caído acidentalmente na terça-feira num poço seco, de 32 metros de profundidade, estreito e de difícil acesso, cavado perto da residência da família na vila de Ighrane, perto da localidade de Bab Berred, na província de Chefchaouen.

Os socorristas têm estado a transportar oxigénio e água para o fundo do poço, o que sugere que Rayan ainda está vivo, de acordo com os meios de comunicação locais.

Segundo as autoridades locais, as equipas de salvamento estão a realizar os últimos trabalhos de perfuração vertical para chegar ao fundo do poço.

Esta fase de resgate é delicada devido ao risco de deslizamentos de terra por causa da natureza do solo, com algumas camadas arenosas e outras rochosas.

“Estamos quase lá. Estamos a trabalhar arduamente há três dias. Há cansaço, mas todas as equipas estão a resistir apesar dos imprevistos”, explicou Abdesalam Makoudi, que gere os trabalhos, citado pela agência France-Presse.

A mãe da criança disse à imprensa local que o filho “estava a brincar perto” da casa e que “desapareceu [na terça-feira] por volta das 14h”, mobilizando a família “para o procurar” até que repararam que ele tinha caído no poço.

A tragédia tem gerado preocupação, com muitos habitantes locais a juntarem-se no local do acidente, o que por vezes dificulta o trabalho das equipas de salvamento.

Os comentários estão desactivados.